Blog >

Black Friday e influenciadores combinam?
Será que o influencer pode ajudar a sua empresa na Black Friday?

Será que o influencer pode ajudar a sua empresa na Black Friday?

Quem acompanha as mídias sociais, seja usuário ou gerente da conta de uma empresa, deve ter percebido a importância dos influenciadores digitais no alcance da marca que eles promovem, ou na divulgação de um produto apresentado em parceria com determinada empresa. E não é para menos: de acordo com pesquisa feita em conjunto pelo Twitter e Annalect, 40% das pessoas compram um produto online depois de ver um influenciador usando esse produto no Instagram. Por isso, divulgar sua marca e saber escolher o “garoto-propaganda” da empresa é tão importante.

Para uma estratégia de longo prazo, o uso do influencer é ótimo para fidelizar seguidores alinhados com o perfil do influenciador, conquistar novos clientes, e reforçar a imagem da empresa ou fazê-la ser mais conhecida. Mas, e para uma ação de “tiro curto” como a Black Friday, onde a empresa precisa divulgar suas ofertas num dia só, como os influenciadores podem ajudar?

 

Credibilidade do influencer x busca pelo preço baixo

Pesquisa divulgada em agosto pelo Google revelou que 68% dos consumidores pretendem comprar algo na Black Friday de 2017, e para 49% dos entrevistados, o preço é o mais importante na hora da compra, superando a confiança na loja (27%) e na marca (13%). Com esses números, uma pergunta fica no ar: como usar a abrangência de um influenciador digital numa ação de Black Friday quando o público quer saber de preço baixo?

O influencer trará a credibilidade necessária para tornar o produto à venda realmente bom e barato. A palavra dele tem relevância para os milhares de seguidores, e a possibilidade dos clientes comprarem o produto, que já tem o apelo do preço baixo, é ainda maior – porque 1. O preço é realmente baixo (a presença do influenciador é a prova de que não se trata da infame “black fraude”); e 2. O produto realmente é bom e valerá a pena adquiri-lo.

Por outro lado, considerando que a Black Friday é um evento que dura apenas 24 horas e cujo principal apelo, tanto para empresa quanto consumidores, é o preço baixo, por que incluir na sua estratégia a ação de um influencer, que renderia melhores frutos em ações de reforço de marca, com duração a médio ou longo prazo? Não seria melhor focar a estratégia no que o público realmente deseja – exposição de ofertas atrativas de produtos que tenham grande apelo? O retorno pode ser mais rápido, assim como a conquista de novos clientes.

 

Mas... E se eu optar pela estratégia com um influenciador?

Caso a sua empresa realmente tenha interesse em colocar o influenciador como “garoto-propaganda” de sua ação de Black Friday, planeje como unificar a atração por preço baixo e a aderência do influencer nas mídias sociais. Selecione um influenciador que esteja ligado ao segmento que sua empresa pretende destacar nesse período – eletrônicos, confecções, bolos? – e determine junto com ele o modelo de ação para o trabalho: seja um publipost no perfil dele ou dela no Instagram, live na conta da empresa nas mídias sociais, apresentando as ofertas para o público; ou um post patrocinado do influencer consumindo o produto em questão.

No entanto, antes de procurar o influencer dos sonhos para a sua ação de Black Friday, avalie com cuidado se realmente é necessário ter a presença dele para ajudar nas suas vendas nessa época. Talvez o preço baixo seja chamariz suficiente para atrair os clientes; e você corre o risco de gastar muito dinheiro num investimento que poderia ser para outras ações que aproveitassem melhor o potencial de engajamento do influenciador.

 

Quer saber mais sobre este assunto?

Informe seus dados abaixo e receba as principais atualizações.